Arquitetura contemporânea: 4 características para trabalhar no projeto

A arquitetura contemporânea é um estilo bastante complexo para ser definido em poucas linhas porque também está associado à visão particular de cada profissional, que irá imprimir influências diversas e trazer formas plurais sem fim. Entenda as suas características para incluir esse estilo nos seus projetos arquitetônicos. O que é arquitetura contemporânea? Esse é o estilo arquitetônico vigente no século 21 em todo o mundo, apesar de ter seu início marcado a partir dos anos de 1980. A arquitetura contemporânea no Brasil também surgiu no mesmo período e agrega vários estilos de construção e influências. Embora muitas pessoas ainda façam confusão, a arquitetura moderna e contemporânea se distanciam à medida que a última incorpora variedade de materiais e recursos tecnológicos, no entanto, podem ter algumas características semelhantes, de acordo com a influência recebida para cada projeto. A escola modernista, que surgiu nos primeiros anos do século 20, rompeu com alguns padrões arquitetônicos do passado e investiu em características muito próprias como o uso de linhas retas e simples, formas geométricas, inclusão de muito vidro, metal e concreto, inserção de colunas e grandes áreas abertas em um projeto de casas modernas ou outros tipos de instalações, como edifícios comerciais e museus. Já no conceito de arquitetura contemporânea, há algumas características que vão bem além da escola modernista, como a fusão de elementos e formas, com foco na funcionalidade, conforto térmico, arquitetura sustentável e design mais dinâmico. Essas propostas trouxeram uma verdadeira desconstrução do modelo moderno. Entre alguns exemplos de obras contemporâneas grandiosas estão: Museu Real de Ontário (Canadá); Templo de Lótus (Índia - foto acima); Museu Guggenheim (Espanha, obra assinada por Frank Gehry); London City Hall (Inglaterra - foto abaixo); Fundação Louis Vuitton (França, por Frank Gehry); Instituto Tomie Ohtake e Hotel Unique (obras projetadas por Ruy Ohtake, um dos nomes que são referência na arquitetura contemporânea brasileira). Guangzhou Opera House (China), Phæno Science Center (Wolfsburg, Alemanha), Centro Heydar Aliyev (Azerbaijão): são apenas algumas obras assinadas por um arquiteta considerada um dos grandes nomes da arquitetura contemporânea, Zaha Hadid. Nomes da arquitetura contemporânea Muitos nomes da arquitetura contemporânea são inspiração para profissionais do mundo inteiro, porém, é possível dizer que entre os mais importantes estão Zaha Hadid e Frank Gehry. Zaha Hadid Essa arquiteta iraquiana-britânica (falecida em 2016) assina projetos com designs futuristas e originais, com viés desconstrutivista, caracterizados por ângulos agudos, fachadas curvas, materiais como aço e concreto. Trouxe uma visão única e pessoal para a arquitetura do século 21, obras que se relacionam com o movimento neofuturista na arquitetura . Com essas características, além das obras já citadas acima, podem ser observados grandes projetos como o Pavilhão-Ponte de Zaragoza (Espanha), Centro Aquático de Londres, Lois & Richard Rosenthal Contemporary Art Center (Cincinatti - EUA), Galaxy Soho , e Museu de Arte Contemporânea do Século 21 (Roma-Itália), Capital Hill Residence (Em Moscou, é o único projeto residencial que projetou - foto abaixo). Foi a primeira mulher a receber o Prêmio Pritzker (2004), um dos grandes reconhecimentos para os profissionais de arquitetura do mundo inteiro. Frank Gehry Outro nome fundamental na arquitetura contemporânea mundial é o canadense Frank Gehry, responsável por projetos com estruturas curvilíneas, geralmente cobertas com metal reflexivo. Muitos de seus projetos têm características com formas distorcidas, divertidas e estão espalhados pelo mundo todo, como o Fred And Ginger ou The Dancing House (Praga - Chéquia - foto abaixo), inspirado nos bailarinos Fred Astaire e Ginger Rogers; e o Museu da Cultura Pop (EUA) Além de obras como as já citadas acima, há o Walt Disney Concert Hall, um espaço muito futurista e democrático, que não tem suítes ou camarotes. Pela imensa complexidade de seus projetos, Frank Gehry foi um pioneiro de segunda geração na utilização do design digital inteligente, o BIM (Building Information Modeling), para otimizar o design e traduzi-lo para um processo de fabricação e construção já nos anos 1990. #Além da grandiosidade No entanto, a arquitetura contemporânea não está limitada a obras grandiosas e públicas. Em qualquer dimensão vão resultar em espaços que podem ser mais leves, muito criativos e confortáveis. Esse estilo pode ser característica de um prédio de apartamentos bem urbanos ou de uma casa de campo no meio da floresta, construídos a partir de métodos inovadores. Arquitetura contemporânea: características 1 - Design dinâmico, fluido e contrastante No design contemporâneo, os formatos mais fragmentados e distorcidos estão associados às linhas orgânicas que promovem uma fluidez muito maior na arquitetura de interiores ou de espaços exteriores. Em muitos projetos, há também uma visão um tanto futurista e muita criatividade no design. No entanto, pode sim haver uma fusão com as linhas retas, que foi o forte no estilo moderno. Essa é uma forte característica da arquitetura contemporânea: o contraste de estilos. Assim como a arquitetura moderna, há uma valorização de espaços abertos e integrados, porém, no estilo contemporâneo essa característica estará muito a serviço da funcionalidade e conforto térmico. 2 - Olhar sustentável Os projetos de casas contemporâneas ou outros tipos de edificação valorizam imensamente a sustentabilidade, com uso de energias limpas e renováveis e também destaque para a luz natural, que vai proporcionar também mais economia de eletricidade. Casas com arquitetura contemporânea também serão projetadas de modo a investir em materiais naturais, recicláveis e não tóxicos como, por exemplo, o bambu. A arquitetura sustentável é, sem dúvida, uma marca do estilo contemporâneo, onde o paisagismo ganha grande destaque, assim como os telhados verdes. Por isso, tem sido bastante comum os projetos com arquitetura rústica contemporânea. 3 - Tecnologia A tecnologia tem sido utilizada cada vez mais na indústria construtiva e também tem sido uma marca dos projetos com estilo contemporâneo. Entre os recursos tecnológicos utilizados para a aperfeiçoamento do design, promoção de análises energéticas e desempenho das edificações está a metodologia BIM, que serve tanto ao desenvolvimento de projetos de pequeno porte como de obras complexas e grandiosas. 4 - Minimalismo Na arquitetura contemporânea há uma predominância de elementos mais clean, iluminados, funcionais e básicos. Isso significa que é um estilo que (assim como o moderno) privilegia a ausência de excessos, porém, mais focados em praticidade, beleza e funcionalidade. No entanto, não significa que a sofisticação não esteja presente. Aliás, não há dúvida que a simplicidade pode ser bastante elegante. Estilo contemporâneo: arquitetura tecnológica Novas tecnologias têm sido ferramentas importantes para levar o design dos edifícios e seus desempenhos para uma próxima etapa, inclusive para o bom uso na arquitetura contemporânea. O Building Information Modeling tem sido uma grande revolução dentro do setor AECO porque oferece um vasto arsenal para facilitar o trabalho dos arquitetos. O BIM é uma metodologia com ambiente virtual colaborativo, com recursos de compartilhamento para integrar todas as disciplinas envolvidas em um projeto construtivo. Está fincada em um tripé: pessoas, processos e tecnologia. A metodologia baseia-se em um modelo único tridimensional, carregado de informações, com todos os elementos de uma obra. Pode ser utilizada desde a fase de projeto, durante o gerenciamento e construção, operações e até mesmo na ocasião da demolição de uma instalação residencial, comercial, industrial e nas obras de infraestrutura. Proporciona alta eficiência na indústria da construção porque permite menos erros, redução de custos, mais produtividade, processos que geram menos impacto ambiental, com menos desperdícios de materiais e insumos; análises energéticas e desempenho de materiais utilizados na edificação, etc. Para garantir esses benefícios, a tecnologia do BIM também permite uso de novas ferramentas para levar a indústria da construção a um outro patamar, como realidade aumentada, drones, inteligência artificial, Big Data, IoT (Internet das Coisas) e, evidentemente, o uso do modelo tridimensional inteligente. O BIM proporciona recursos para absorver todas as características da arquitetura contemporânea e dar um salto de qualidade nos projetos. Conclusão Entender o que é a arquitetura contemporânea e trabalhar com o estilo exige uma dose bastante generosa de criatividade, que pode ser amplamente favorecida com a adoção de novos softwares, como aqueles que dão suporte ao BIM (por exemplo, o Revit) e oferecem um design muito aprimorado devido aos recursos que trazem uma infinidade de opção de simulações. No entanto, trabalhar com essa tecnologia exige uma qualificação e mudança de mindset, que podem ser adquiridos com cursos ministrados por experts. No Grupo AJ, será possível adotar o estilo contemporâneo em seus projetos com total confiança a partir dos cursos oferecidos, como o Master em Revit e uma pós-graduação BIM. Os professores têm grande expertise e sempre oferecem conhecimento de alto nível a todos os seus alunos.
Templo de Lótus (Índia)

A arquitetura contemporânea é um estilo bastante complexo para ser definido em poucas linhas porque também está associado à visão particular de cada profissional, que irá imprimir referências, influências diversas e trazer formas plurais sem fim.

Entenda as suas características para incluir esse estilo nos seus projetos arquitetônicos.

O que é arquitetura contemporânea?

Esse é o estilo arquitetônico vigente no século 21 em todo o mundo, apesar de ter seu início marcado a partir dos anos de 1980.  A arquitetura contemporânea no Brasil também surgiu no mesmo período e agrega vários estilos de construção e influências.

Embora muitas pessoas ainda façam confusão, a arquitetura moderna e contemporânea se distanciam à medida que a última incorpora variedade de materiais e recursos tecnológicos, no entanto, podem ter algumas características semelhantes, de acordo com a influência recebida para cada projeto.

A escola modernista, que surgiu nos primeiros anos do século 20, rompeu com alguns padrões arquitetônicos  do passado e investiu em características muito próprias como o uso de linhas retas e simples, formas geométricas, inclusão de muito vidro, metal e concreto, inserção de colunas e grandes áreas abertas em um projeto de casas modernas ou outros tipos de instalações, como edifícios comerciais e museus.

Já no conceito de arquitetura contemporânea, há algumas características que vão bem além da escola modernista, como a fusão de elementos e formas, com foco na funcionalidade, conforto térmico, arquitetura sustentável e design mais dinâmico. Essas propostas trouxeram uma verdadeira desconstrução do modelo moderno.

Entre alguns exemplos de obras contemporâneas grandiosas estão:

  • Museu Real de Ontário (Canadá);
  • Templo de Lótus (Índia – foto acima);
  • Museu Guggenheim (Espanha, obra assinada por Frank Gehry);
  • London City Hall (Inglaterra);
  • Fundação Louis Vuitton (França, por Frank Gehry);
  • Instituto Tomie Ohtake e  Hotel Unique (obras projetadas por Ruy Ohtake, um dos nomes que são referência na arquitetura contemporânea brasileira).
  • Guangzhou Opera House (China), Phæno Science Center (Wolfsburg, Alemanha), Centro Heydar Aliyev (Azerbaijão): são apenas algumas obras assinadas por um arquiteta considerada um dos grandes nomes da arquitetura contemporânea, Zaha Hadid.
A arquitetura contemporânea é um estilo bastante complexo para ser definido em poucas linhas porque também está associado à visão particular de cada profissional, que irá imprimir influências diversas e trazer formas plurais sem fim. Entenda as suas características para incluir esse estilo nos seus projetos arquitetônicos. O que é arquitetura contemporânea? Esse é o estilo arquitetônico vigente no século 21 em todo o mundo, apesar de ter seu início marcado a partir dos anos de 1980. A arquitetura contemporânea no Brasil também surgiu no mesmo período e agrega vários estilos de construção e influências. Embora muitas pessoas ainda façam confusão, a arquitetura moderna e contemporânea se distanciam à medida que a última incorpora variedade de materiais e recursos tecnológicos, no entanto, podem ter algumas características semelhantes, de acordo com a influência recebida para cada projeto. A escola modernista, que surgiu nos primeiros anos do século 20, rompeu com alguns padrões arquitetônicos do passado e investiu em características muito próprias como o uso de linhas retas e simples, formas geométricas, inclusão de muito vidro, metal e concreto, inserção de colunas e grandes áreas abertas em um projeto de casas modernas ou outros tipos de instalações, como edifícios comerciais e museus. Já no conceito de arquitetura contemporânea, há algumas características que vão bem além da escola modernista, como a fusão de elementos e formas, com foco na funcionalidade, conforto térmico, arquitetura sustentável e design mais dinâmico. Essas propostas trouxeram uma verdadeira desconstrução do modelo moderno. Entre alguns exemplos de obras contemporâneas grandiosas estão: Museu Real de Ontário (Canadá); Templo de Lótus (Índia - foto acima); Museu Guggenheim (Espanha, obra assinada por Frank Gehry); London City Hall (Inglaterra - foto abaixo); Fundação Louis Vuitton (França, por Frank Gehry); Instituto Tomie Ohtake e Hotel Unique (obras projetadas por Ruy Ohtake, um dos nomes que são referência na arquitetura contemporânea brasileira). Guangzhou Opera House (China), Phæno Science Center (Wolfsburg, Alemanha), Centro Heydar Aliyev (Azerbaijão): são apenas algumas obras assinadas por um arquiteta considerada um dos grandes nomes da arquitetura contemporânea, Zaha Hadid. Nomes da arquitetura contemporânea Muitos nomes da arquitetura contemporânea são inspiração para profissionais do mundo inteiro, porém, é possível dizer que entre os mais importantes estão Zaha Hadid e Frank Gehry. Zaha Hadid Essa arquiteta iraquiana-britânica (falecida em 2016) assina projetos com designs futuristas e originais, com viés desconstrutivista, caracterizados por ângulos agudos, fachadas curvas, materiais como aço e concreto. Trouxe uma visão única e pessoal para a arquitetura do século 21, obras que se relacionam com o movimento neofuturista na arquitetura . Com essas características, além das obras já citadas acima, podem ser observados grandes projetos como o Pavilhão-Ponte de Zaragoza (Espanha), Centro Aquático de Londres, Lois & Richard Rosenthal Contemporary Art Center (Cincinatti - EUA), Galaxy Soho , e Museu de Arte Contemporânea do Século 21 (Roma-Itália), Capital Hill Residence (Em Moscou, é o único projeto residencial que projetou - foto abaixo). Foi a primeira mulher a receber o Prêmio Pritzker (2004), um dos grandes reconhecimentos para os profissionais de arquitetura do mundo inteiro. Frank Gehry Outro nome fundamental na arquitetura contemporânea mundial é o canadense Frank Gehry, responsável por projetos com estruturas curvilíneas, geralmente cobertas com metal reflexivo. Muitos de seus projetos têm características com formas distorcidas, divertidas e estão espalhados pelo mundo todo, como o Fred And Ginger ou The Dancing House (Praga - Chéquia - foto abaixo), inspirado nos bailarinos Fred Astaire e Ginger Rogers; e o Museu da Cultura Pop (EUA) Além de obras como as já citadas acima, há o Walt Disney Concert Hall, um espaço muito futurista e democrático, que não tem suítes ou camarotes. Pela imensa complexidade de seus projetos, Frank Gehry foi um pioneiro de segunda geração na utilização do design digital inteligente, o BIM (Building Information Modeling), para otimizar o design e traduzi-lo para um processo de fabricação e construção já nos anos 1990. #Além da grandiosidade No entanto, a arquitetura contemporânea não está limitada a obras grandiosas e públicas. Em qualquer dimensão vão resultar em espaços que podem ser mais leves, muito criativos e confortáveis. Esse estilo pode ser característica de um prédio de apartamentos bem urbanos ou de uma casa de campo no meio da floresta, construídos a partir de métodos inovadores. Arquitetura contemporânea: características 1 - Design dinâmico, fluido e contrastante No design contemporâneo, os formatos mais fragmentados e distorcidos estão associados às linhas orgânicas que promovem uma fluidez muito maior na arquitetura de interiores ou de espaços exteriores. Em muitos projetos, há também uma visão um tanto futurista e muita criatividade no design. No entanto, pode sim haver uma fusão com as linhas retas, que foi o forte no estilo moderno. Essa é uma forte característica da arquitetura contemporânea: o contraste de estilos. Assim como a arquitetura moderna, há uma valorização de espaços abertos e integrados, porém, no estilo contemporâneo essa característica estará muito a serviço da funcionalidade e conforto térmico. 2 - Olhar sustentável Os projetos de casas contemporâneas ou outros tipos de edificação valorizam imensamente a sustentabilidade, com uso de energias limpas e renováveis e também destaque para a luz natural, que vai proporcionar também mais economia de eletricidade. Casas com arquitetura contemporânea também serão projetadas de modo a investir em materiais naturais, recicláveis e não tóxicos como, por exemplo, o bambu. A arquitetura sustentável é, sem dúvida, uma marca do estilo contemporâneo, onde o paisagismo ganha grande destaque, assim como os telhados verdes. Por isso, tem sido bastante comum os projetos com arquitetura rústica contemporânea. 3 - Tecnologia A tecnologia tem sido utilizada cada vez mais na indústria construtiva e também tem sido uma marca dos projetos com estilo contemporâneo. Entre os recursos tecnológicos utilizados para a aperfeiçoamento do design, promoção de análises energéticas e desempenho das edificações está a metodologia BIM, que serve tanto ao desenvolvimento de projetos de pequeno porte como de obras complexas e grandiosas. 4 - Minimalismo Na arquitetura contemporânea há uma predominância de elementos mais clean, iluminados, funcionais e básicos. Isso significa que é um estilo que (assim como o moderno) privilegia a ausência de excessos, porém, mais focados em praticidade, beleza e funcionalidade. No entanto, não significa que a sofisticação não esteja presente. Aliás, não há dúvida que a simplicidade pode ser bastante elegante. Estilo contemporâneo: arquitetura tecnológica Novas tecnologias têm sido ferramentas importantes para levar o design dos edifícios e seus desempenhos para uma próxima etapa, inclusive para o bom uso na arquitetura contemporânea. O Building Information Modeling tem sido uma grande revolução dentro do setor AECO porque oferece um vasto arsenal para facilitar o trabalho dos arquitetos. O BIM é uma metodologia com ambiente virtual colaborativo, com recursos de compartilhamento para integrar todas as disciplinas envolvidas em um projeto construtivo. Está fincada em um tripé: pessoas, processos e tecnologia. A metodologia baseia-se em um modelo único tridimensional, carregado de informações, com todos os elementos de uma obra. Pode ser utilizada desde a fase de projeto, durante o gerenciamento e construção, operações e até mesmo na ocasião da demolição de uma instalação residencial, comercial, industrial e nas obras de infraestrutura. Proporciona alta eficiência na indústria da construção porque permite menos erros, redução de custos, mais produtividade, processos que geram menos impacto ambiental, com menos desperdícios de materiais e insumos; análises energéticas e desempenho de materiais utilizados na edificação, etc. Para garantir esses benefícios, a tecnologia do BIM também permite uso de novas ferramentas para levar a indústria da construção a um outro patamar, como realidade aumentada, drones, inteligência artificial, Big Data, IoT (Internet das Coisas) e, evidentemente, o uso do modelo tridimensional inteligente. O BIM proporciona recursos para absorver todas as características da arquitetura contemporânea e dar um salto de qualidade nos projetos. Conclusão Entender o que é a arquitetura contemporânea e trabalhar com o estilo exige uma dose bastante generosa de criatividade, que pode ser amplamente favorecida com a adoção de novos softwares, como aqueles que dão suporte ao BIM (por exemplo, o Revit) e oferecem um design muito aprimorado devido aos recursos que trazem uma infinidade de opção de simulações. No entanto, trabalhar com essa tecnologia exige uma qualificação e mudança de mindset, que podem ser adquiridos com cursos ministrados por experts. No Grupo AJ, será possível adotar o estilo contemporâneo em seus projetos com total confiança a partir dos cursos oferecidos, como o Master em Revit e uma pós-graduação BIM. Os professores têm grande expertise e sempre oferecem conhecimento de alto nível a todos os seus alunos.
London City Hall

Nomes da arquitetura contemporânea

Muitos nomes da arquitetura contemporânea são inspiração para profissionais do mundo inteiro, porém, é possível dizer que entre os mais importantes estão Zaha Hadid e Frank Gehry.

Zaha Hadid

Essa arquiteta iraquiana-britânica (falecida em 2016) assina projetos com designs futuristas e originais,  com viés desconstrutivista, caracterizados por ângulos agudos, fachadas curvas e materiais como aço e concreto. 

Trouxe uma visão única e pessoal para a arquitetura do século 21, obras que se relacionam com o movimento neofuturista na arquitetura .

Com essas características, além das obras já citadas acima, podem ser observados grandes projetos como o Pavilhão-Ponte de Zaragoza (Espanha), Centro Aquático de Londres, Lois & Richard Rosenthal Contemporary Art Center (Cincinatti – EUA), Galaxy Soho e Museu de Arte Contemporânea do Século 21 (Roma-Itália), Capital Hill Residence (em Moscou, é o único projeto residencial que projetou).

Foi a primeira mulher a receber o Prêmio Pritzker (2004), um dos grandes reconhecimentos para os profissionais de arquitetura do mundo inteiro.

A arquitetura contemporânea é um estilo bastante complexo para ser definido em poucas linhas porque também está associado à visão particular de cada profissional, que irá imprimir influências diversas e trazer formas plurais sem fim. Entenda as suas características para incluir esse estilo nos seus projetos arquitetônicos. O que é arquitetura contemporânea? Esse é o estilo arquitetônico vigente no século 21 em todo o mundo, apesar de ter seu início marcado a partir dos anos de 1980. A arquitetura contemporânea no Brasil também surgiu no mesmo período e agrega vários estilos de construção e influências. Embora muitas pessoas ainda façam confusão, a arquitetura moderna e contemporânea se distanciam à medida que a última incorpora variedade de materiais e recursos tecnológicos, no entanto, podem ter algumas características semelhantes, de acordo com a influência recebida para cada projeto. A escola modernista, que surgiu nos primeiros anos do século 20, rompeu com alguns padrões arquitetônicos do passado e investiu em características muito próprias como o uso de linhas retas e simples, formas geométricas, inclusão de muito vidro, metal e concreto, inserção de colunas e grandes áreas abertas em um projeto de casas modernas ou outros tipos de instalações, como edifícios comerciais e museus. Já no conceito de arquitetura contemporânea, há algumas características que vão bem além da escola modernista, como a fusão de elementos e formas, com foco na funcionalidade, conforto térmico, arquitetura sustentável e design mais dinâmico. Essas propostas trouxeram uma verdadeira desconstrução do modelo moderno. Entre alguns exemplos de obras contemporâneas grandiosas estão: Museu Real de Ontário (Canadá); Templo de Lótus (Índia - foto acima); Museu Guggenheim (Espanha, obra assinada por Frank Gehry); London City Hall (Inglaterra - foto abaixo); Fundação Louis Vuitton (França, por Frank Gehry); Instituto Tomie Ohtake e Hotel Unique (obras projetadas por Ruy Ohtake, um dos nomes que são referência na arquitetura contemporânea brasileira). Guangzhou Opera House (China), Phæno Science Center (Wolfsburg, Alemanha), Centro Heydar Aliyev (Azerbaijão): são apenas algumas obras assinadas por um arquiteta considerada um dos grandes nomes da arquitetura contemporânea, Zaha Hadid. Nomes da arquitetura contemporânea Muitos nomes da arquitetura contemporânea são inspiração para profissionais do mundo inteiro, porém, é possível dizer que entre os mais importantes estão Zaha Hadid e Frank Gehry. Zaha Hadid Essa arquiteta iraquiana-britânica (falecida em 2016) assina projetos com designs futuristas e originais, com viés desconstrutivista, caracterizados por ângulos agudos, fachadas curvas, materiais como aço e concreto. Trouxe uma visão única e pessoal para a arquitetura do século 21, obras que se relacionam com o movimento neofuturista na arquitetura . Com essas características, além das obras já citadas acima, podem ser observados grandes projetos como o Pavilhão-Ponte de Zaragoza (Espanha), Centro Aquático de Londres, Lois & Richard Rosenthal Contemporary Art Center (Cincinatti - EUA), Galaxy Soho , e Museu de Arte Contemporânea do Século 21 (Roma-Itália), Capital Hill Residence (Em Moscou, é o único projeto residencial que projetou - foto abaixo). Foi a primeira mulher a receber o Prêmio Pritzker (2004), um dos grandes reconhecimentos para os profissionais de arquitetura do mundo inteiro. Frank Gehry Outro nome fundamental na arquitetura contemporânea mundial é o canadense Frank Gehry, responsável por projetos com estruturas curvilíneas, geralmente cobertas com metal reflexivo. Muitos de seus projetos têm características com formas distorcidas, divertidas e estão espalhados pelo mundo todo, como o Fred And Ginger ou The Dancing House (Praga - Chéquia - foto abaixo), inspirado nos bailarinos Fred Astaire e Ginger Rogers; e o Museu da Cultura Pop (EUA) Além de obras como as já citadas acima, há o Walt Disney Concert Hall, um espaço muito futurista e democrático, que não tem suítes ou camarotes. Pela imensa complexidade de seus projetos, Frank Gehry foi um pioneiro de segunda geração na utilização do design digital inteligente, o BIM (Building Information Modeling), para otimizar o design e traduzi-lo para um processo de fabricação e construção já nos anos 1990. #Além da grandiosidade No entanto, a arquitetura contemporânea não está limitada a obras grandiosas e públicas. Em qualquer dimensão vão resultar em espaços que podem ser mais leves, muito criativos e confortáveis. Esse estilo pode ser característica de um prédio de apartamentos bem urbanos ou de uma casa de campo no meio da floresta, construídos a partir de métodos inovadores. Arquitetura contemporânea: características 1 - Design dinâmico, fluido e contrastante No design contemporâneo, os formatos mais fragmentados e distorcidos estão associados às linhas orgânicas que promovem uma fluidez muito maior na arquitetura de interiores ou de espaços exteriores. Em muitos projetos, há também uma visão um tanto futurista e muita criatividade no design. No entanto, pode sim haver uma fusão com as linhas retas, que foi o forte no estilo moderno. Essa é uma forte característica da arquitetura contemporânea: o contraste de estilos. Assim como a arquitetura moderna, há uma valorização de espaços abertos e integrados, porém, no estilo contemporâneo essa característica estará muito a serviço da funcionalidade e conforto térmico. 2 - Olhar sustentável Os projetos de casas contemporâneas ou outros tipos de edificação valorizam imensamente a sustentabilidade, com uso de energias limpas e renováveis e também destaque para a luz natural, que vai proporcionar também mais economia de eletricidade. Casas com arquitetura contemporânea também serão projetadas de modo a investir em materiais naturais, recicláveis e não tóxicos como, por exemplo, o bambu. A arquitetura sustentável é, sem dúvida, uma marca do estilo contemporâneo, onde o paisagismo ganha grande destaque, assim como os telhados verdes. Por isso, tem sido bastante comum os projetos com arquitetura rústica contemporânea. 3 - Tecnologia A tecnologia tem sido utilizada cada vez mais na indústria construtiva e também tem sido uma marca dos projetos com estilo contemporâneo. Entre os recursos tecnológicos utilizados para a aperfeiçoamento do design, promoção de análises energéticas e desempenho das edificações está a metodologia BIM, que serve tanto ao desenvolvimento de projetos de pequeno porte como de obras complexas e grandiosas. 4 - Minimalismo Na arquitetura contemporânea há uma predominância de elementos mais clean, iluminados, funcionais e básicos. Isso significa que é um estilo que (assim como o moderno) privilegia a ausência de excessos, porém, mais focados em praticidade, beleza e funcionalidade. No entanto, não significa que a sofisticação não esteja presente. Aliás, não há dúvida que a simplicidade pode ser bastante elegante. Estilo contemporâneo: arquitetura tecnológica Novas tecnologias têm sido ferramentas importantes para levar o design dos edifícios e seus desempenhos para uma próxima etapa, inclusive para o bom uso na arquitetura contemporânea. O Building Information Modeling tem sido uma grande revolução dentro do setor AECO porque oferece um vasto arsenal para facilitar o trabalho dos arquitetos. O BIM é uma metodologia com ambiente virtual colaborativo, com recursos de compartilhamento para integrar todas as disciplinas envolvidas em um projeto construtivo. Está fincada em um tripé: pessoas, processos e tecnologia. A metodologia baseia-se em um modelo único tridimensional, carregado de informações, com todos os elementos de uma obra. Pode ser utilizada desde a fase de projeto, durante o gerenciamento e construção, operações e até mesmo na ocasião da demolição de uma instalação residencial, comercial, industrial e nas obras de infraestrutura. Proporciona alta eficiência na indústria da construção porque permite menos erros, redução de custos, mais produtividade, processos que geram menos impacto ambiental, com menos desperdícios de materiais e insumos; análises energéticas e desempenho de materiais utilizados na edificação, etc. Para garantir esses benefícios, a tecnologia do BIM também permite uso de novas ferramentas para levar a indústria da construção a um outro patamar, como realidade aumentada, drones, inteligência artificial, Big Data, IoT (Internet das Coisas) e, evidentemente, o uso do modelo tridimensional inteligente. O BIM proporciona recursos para absorver todas as características da arquitetura contemporânea e dar um salto de qualidade nos projetos. Conclusão Entender o que é a arquitetura contemporânea e trabalhar com o estilo exige uma dose bastante generosa de criatividade, que pode ser amplamente favorecida com a adoção de novos softwares, como aqueles que dão suporte ao BIM (por exemplo, o Revit) e oferecem um design muito aprimorado devido aos recursos que trazem uma infinidade de opção de simulações. No entanto, trabalhar com essa tecnologia exige uma qualificação e mudança de mindset, que podem ser adquiridos com cursos ministrados por experts. No Grupo AJ, será possível adotar o estilo contemporâneo em seus projetos com total confiança a partir dos cursos oferecidos, como o Master em Revit e uma pós-graduação BIM. Os professores têm grande expertise e sempre oferecem conhecimento de alto nível a todos os seus alunos.
Guangzhou Opera House (China)
A arquitetura contemporânea é um estilo bastante complexo para ser definido em poucas linhas porque também está associado à visão particular de cada profissional, que irá imprimir influências diversas e trazer formas plurais sem fim. Entenda as suas características para incluir esse estilo nos seus projetos arquitetônicos. O que é arquitetura contemporânea? Esse é o estilo arquitetônico vigente no século 21 em todo o mundo, apesar de ter seu início marcado a partir dos anos de 1980. A arquitetura contemporânea no Brasil também surgiu no mesmo período e agrega vários estilos de construção e influências. Embora muitas pessoas ainda façam confusão, a arquitetura moderna e contemporânea se distanciam à medida que a última incorpora variedade de materiais e recursos tecnológicos, no entanto, podem ter algumas características semelhantes, de acordo com a influência recebida para cada projeto. A escola modernista, que surgiu nos primeiros anos do século 20, rompeu com alguns padrões arquitetônicos do passado e investiu em características muito próprias como o uso de linhas retas e simples, formas geométricas, inclusão de muito vidro, metal e concreto, inserção de colunas e grandes áreas abertas em um projeto de casas modernas ou outros tipos de instalações, como edifícios comerciais e museus. Já no conceito de arquitetura contemporânea, há algumas características que vão bem além da escola modernista, como a fusão de elementos e formas, com foco na funcionalidade, conforto térmico, arquitetura sustentável e design mais dinâmico. Essas propostas trouxeram uma verdadeira desconstrução do modelo moderno. Entre alguns exemplos de obras contemporâneas grandiosas estão: Museu Real de Ontário (Canadá); Templo de Lótus (Índia - foto acima); Museu Guggenheim (Espanha, obra assinada por Frank Gehry); London City Hall (Inglaterra - foto abaixo); Fundação Louis Vuitton (França, por Frank Gehry); Instituto Tomie Ohtake e Hotel Unique (obras projetadas por Ruy Ohtake, um dos nomes que são referência na arquitetura contemporânea brasileira). Guangzhou Opera House (China), Phæno Science Center (Wolfsburg, Alemanha), Centro Heydar Aliyev (Azerbaijão): são apenas algumas obras assinadas por um arquiteta considerada um dos grandes nomes da arquitetura contemporânea, Zaha Hadid. Nomes da arquitetura contemporânea Muitos nomes da arquitetura contemporânea são inspiração para profissionais do mundo inteiro, porém, é possível dizer que entre os mais importantes estão Zaha Hadid e Frank Gehry. Zaha Hadid Essa arquiteta iraquiana-britânica (falecida em 2016) assina projetos com designs futuristas e originais, com viés desconstrutivista, caracterizados por ângulos agudos, fachadas curvas, materiais como aço e concreto. Trouxe uma visão única e pessoal para a arquitetura do século 21, obras que se relacionam com o movimento neofuturista na arquitetura . Com essas características, além das obras já citadas acima, podem ser observados grandes projetos como o Pavilhão-Ponte de Zaragoza (Espanha), Centro Aquático de Londres, Lois & Richard Rosenthal Contemporary Art Center (Cincinatti - EUA), Galaxy Soho , e Museu de Arte Contemporânea do Século 21 (Roma-Itália), Capital Hill Residence (Em Moscou, é o único projeto residencial que projetou - foto abaixo). Foi a primeira mulher a receber o Prêmio Pritzker (2004), um dos grandes reconhecimentos para os profissionais de arquitetura do mundo inteiro. Frank Gehry Outro nome fundamental na arquitetura contemporânea mundial é o canadense Frank Gehry, responsável por projetos com estruturas curvilíneas, geralmente cobertas com metal reflexivo. Muitos de seus projetos têm características com formas distorcidas, divertidas e estão espalhados pelo mundo todo, como o Fred And Ginger ou The Dancing House (Praga - Chéquia - foto abaixo), inspirado nos bailarinos Fred Astaire e Ginger Rogers; e o Museu da Cultura Pop (EUA) Além de obras como as já citadas acima, há o Walt Disney Concert Hall, um espaço muito futurista e democrático, que não tem suítes ou camarotes. Pela imensa complexidade de seus projetos, Frank Gehry foi um pioneiro de segunda geração na utilização do design digital inteligente, o BIM (Building Information Modeling), para otimizar o design e traduzi-lo para um processo de fabricação e construção já nos anos 1990. #Além da grandiosidade No entanto, a arquitetura contemporânea não está limitada a obras grandiosas e públicas. Em qualquer dimensão vão resultar em espaços que podem ser mais leves, muito criativos e confortáveis. Esse estilo pode ser característica de um prédio de apartamentos bem urbanos ou de uma casa de campo no meio da floresta, construídos a partir de métodos inovadores. Arquitetura contemporânea: características 1 - Design dinâmico, fluido e contrastante No design contemporâneo, os formatos mais fragmentados e distorcidos estão associados às linhas orgânicas que promovem uma fluidez muito maior na arquitetura de interiores ou de espaços exteriores. Em muitos projetos, há também uma visão um tanto futurista e muita criatividade no design. No entanto, pode sim haver uma fusão com as linhas retas, que foi o forte no estilo moderno. Essa é uma forte característica da arquitetura contemporânea: o contraste de estilos. Assim como a arquitetura moderna, há uma valorização de espaços abertos e integrados, porém, no estilo contemporâneo essa característica estará muito a serviço da funcionalidade e conforto térmico. 2 - Olhar sustentável Os projetos de casas contemporâneas ou outros tipos de edificação valorizam imensamente a sustentabilidade, com uso de energias limpas e renováveis e também destaque para a luz natural, que vai proporcionar também mais economia de eletricidade. Casas com arquitetura contemporânea também serão projetadas de modo a investir em materiais naturais, recicláveis e não tóxicos como, por exemplo, o bambu. A arquitetura sustentável é, sem dúvida, uma marca do estilo contemporâneo, onde o paisagismo ganha grande destaque, assim como os telhados verdes. Por isso, tem sido bastante comum os projetos com arquitetura rústica contemporânea. 3 - Tecnologia A tecnologia tem sido utilizada cada vez mais na indústria construtiva e também tem sido uma marca dos projetos com estilo contemporâneo. Entre os recursos tecnológicos utilizados para a aperfeiçoamento do design, promoção de análises energéticas e desempenho das edificações está a metodologia BIM, que serve tanto ao desenvolvimento de projetos de pequeno porte como de obras complexas e grandiosas. 4 - Minimalismo Na arquitetura contemporânea há uma predominância de elementos mais clean, iluminados, funcionais e básicos. Isso significa que é um estilo que (assim como o moderno) privilegia a ausência de excessos, porém, mais focados em praticidade, beleza e funcionalidade. No entanto, não significa que a sofisticação não esteja presente. Aliás, não há dúvida que a simplicidade pode ser bastante elegante. Estilo contemporâneo: arquitetura tecnológica Novas tecnologias têm sido ferramentas importantes para levar o design dos edifícios e seus desempenhos para uma próxima etapa, inclusive para o bom uso na arquitetura contemporânea. O Building Information Modeling tem sido uma grande revolução dentro do setor AECO porque oferece um vasto arsenal para facilitar o trabalho dos arquitetos. O BIM é uma metodologia com ambiente virtual colaborativo, com recursos de compartilhamento para integrar todas as disciplinas envolvidas em um projeto construtivo. Está fincada em um tripé: pessoas, processos e tecnologia. A metodologia baseia-se em um modelo único tridimensional, carregado de informações, com todos os elementos de uma obra. Pode ser utilizada desde a fase de projeto, durante o gerenciamento e construção, operações e até mesmo na ocasião da demolição de uma instalação residencial, comercial, industrial e nas obras de infraestrutura. Proporciona alta eficiência na indústria da construção porque permite menos erros, redução de custos, mais produtividade, processos que geram menos impacto ambiental, com menos desperdícios de materiais e insumos; análises energéticas e desempenho de materiais utilizados na edificação, etc. Para garantir esses benefícios, a tecnologia do BIM também permite uso de novas ferramentas para levar a indústria da construção a um outro patamar, como realidade aumentada, drones, inteligência artificial, Big Data, IoT (Internet das Coisas) e, evidentemente, o uso do modelo tridimensional inteligente. O BIM proporciona recursos para absorver todas as características da arquitetura contemporânea e dar um salto de qualidade nos projetos. Conclusão Entender o que é a arquitetura contemporânea e trabalhar com o estilo exige uma dose bastante generosa de criatividade, que pode ser amplamente favorecida com a adoção de novos softwares, como aqueles que dão suporte ao BIM (por exemplo, o Revit) e oferecem um design muito aprimorado devido aos recursos que trazem uma infinidade de opção de simulações. No entanto, trabalhar com essa tecnologia exige uma qualificação e mudança de mindset, que podem ser adquiridos com cursos ministrados por experts. No Grupo AJ, será possível adotar o estilo contemporâneo em seus projetos com total confiança a partir dos cursos oferecidos, como o Master em Revit e uma pós-graduação BIM. Os professores têm grande expertise e sempre oferecem conhecimento de alto nível a todos os seus alunos.
Capital Hill Residence (Moscou)

Frank Gehry

Outro nome fundamental na arquitetura contemporânea mundial é o canadense Frank Gehry, responsável por  projetos com estruturas curvilíneas, geralmente cobertas com metal reflexivo.

Muitos de  seus projetos têm características com formas distorcidas, divertidas e estão espalhados pelo mundo todo, como o Fred And Ginger ou The Dancing House (Praga – Chéquia – foto abaixo), inspirado nos bailarinos Fred Astaire e Ginger Rogers;  e o Museu da Cultura Pop (EUA) 

Além de obras como as já citadas acima, há o Walt Disney Concert Hall, um espaço muito futurista e democrático, onde não há suítes ou camarotes.

Pela imensa complexidade de seus projetos, Frank Gehry foi um pioneiro de segunda geração na utilização do design digital inteligente, o BIM (Building Information Modeling), para otimizar o design e traduzi-lo para um processo de fabricação e construção já nos anos 1990.

A arquitetura contemporânea é um estilo bastante complexo para ser definido em poucas linhas porque também está associado à visão particular de cada profissional, que irá imprimir influências diversas e trazer formas plurais sem fim. Entenda as suas características para incluir esse estilo nos seus projetos arquitetônicos. O que é arquitetura contemporânea? Esse é o estilo arquitetônico vigente no século 21 em todo o mundo, apesar de ter seu início marcado a partir dos anos de 1980. A arquitetura contemporânea no Brasil também surgiu no mesmo período e agrega vários estilos de construção e influências. Embora muitas pessoas ainda façam confusão, a arquitetura moderna e contemporânea se distanciam à medida que a última incorpora variedade de materiais e recursos tecnológicos, no entanto, podem ter algumas características semelhantes, de acordo com a influência recebida para cada projeto. A escola modernista, que surgiu nos primeiros anos do século 20, rompeu com alguns padrões arquitetônicos do passado e investiu em características muito próprias como o uso de linhas retas e simples, formas geométricas, inclusão de muito vidro, metal e concreto, inserção de colunas e grandes áreas abertas em um projeto de casas modernas ou outros tipos de instalações, como edifícios comerciais e museus. Já no conceito de arquitetura contemporânea, há algumas características que vão bem além da escola modernista, como a fusão de elementos e formas, com foco na funcionalidade, conforto térmico, arquitetura sustentável e design mais dinâmico. Essas propostas trouxeram uma verdadeira desconstrução do modelo moderno. Entre alguns exemplos de obras contemporâneas grandiosas estão: Museu Real de Ontário (Canadá); Templo de Lótus (Índia - foto acima); Museu Guggenheim (Espanha, obra assinada por Frank Gehry); London City Hall (Inglaterra - foto abaixo); Fundação Louis Vuitton (França, por Frank Gehry); Instituto Tomie Ohtake e Hotel Unique (obras projetadas por Ruy Ohtake, um dos nomes que são referência na arquitetura contemporânea brasileira). Guangzhou Opera House (China), Phæno Science Center (Wolfsburg, Alemanha), Centro Heydar Aliyev (Azerbaijão): são apenas algumas obras assinadas por um arquiteta considerada um dos grandes nomes da arquitetura contemporânea, Zaha Hadid. Nomes da arquitetura contemporânea Muitos nomes da arquitetura contemporânea são inspiração para profissionais do mundo inteiro, porém, é possível dizer que entre os mais importantes estão Zaha Hadid e Frank Gehry. Zaha Hadid Essa arquiteta iraquiana-britânica (falecida em 2016) assina projetos com designs futuristas e originais, com viés desconstrutivista, caracterizados por ângulos agudos, fachadas curvas, materiais como aço e concreto. Trouxe uma visão única e pessoal para a arquitetura do século 21, obras que se relacionam com o movimento neofuturista na arquitetura . Com essas características, além das obras já citadas acima, podem ser observados grandes projetos como o Pavilhão-Ponte de Zaragoza (Espanha), Centro Aquático de Londres, Lois & Richard Rosenthal Contemporary Art Center (Cincinatti - EUA), Galaxy Soho , e Museu de Arte Contemporânea do Século 21 (Roma-Itália), Capital Hill Residence (Em Moscou, é o único projeto residencial que projetou - foto abaixo). Foi a primeira mulher a receber o Prêmio Pritzker (2004), um dos grandes reconhecimentos para os profissionais de arquitetura do mundo inteiro. Frank Gehry Outro nome fundamental na arquitetura contemporânea mundial é o canadense Frank Gehry, responsável por projetos com estruturas curvilíneas, geralmente cobertas com metal reflexivo. Muitos de seus projetos têm características com formas distorcidas, divertidas e estão espalhados pelo mundo todo, como o Fred And Ginger ou The Dancing House (Praga - Chéquia - foto abaixo), inspirado nos bailarinos Fred Astaire e Ginger Rogers; e o Museu da Cultura Pop (EUA) Além de obras como as já citadas acima, há o Walt Disney Concert Hall, um espaço muito futurista e democrático, que não tem suítes ou camarotes. Pela imensa complexidade de seus projetos, Frank Gehry foi um pioneiro de segunda geração na utilização do design digital inteligente, o BIM (Building Information Modeling), para otimizar o design e traduzi-lo para um processo de fabricação e construção já nos anos 1990. #Além da grandiosidade No entanto, a arquitetura contemporânea não está limitada a obras grandiosas e públicas. Em qualquer dimensão vão resultar em espaços que podem ser mais leves, muito criativos e confortáveis. Esse estilo pode ser característica de um prédio de apartamentos bem urbanos ou de uma casa de campo no meio da floresta, construídos a partir de métodos inovadores. Arquitetura contemporânea: características 1 - Design dinâmico, fluido e contrastante No design contemporâneo, os formatos mais fragmentados e distorcidos estão associados às linhas orgânicas que promovem uma fluidez muito maior na arquitetura de interiores ou de espaços exteriores. Em muitos projetos, há também uma visão um tanto futurista e muita criatividade no design. No entanto, pode sim haver uma fusão com as linhas retas, que foi o forte no estilo moderno. Essa é uma forte característica da arquitetura contemporânea: o contraste de estilos. Assim como a arquitetura moderna, há uma valorização de espaços abertos e integrados, porém, no estilo contemporâneo essa característica estará muito a serviço da funcionalidade e conforto térmico. 2 - Olhar sustentável Os projetos de casas contemporâneas ou outros tipos de edificação valorizam imensamente a sustentabilidade, com uso de energias limpas e renováveis e também destaque para a luz natural, que vai proporcionar também mais economia de eletricidade. Casas com arquitetura contemporânea também serão projetadas de modo a investir em materiais naturais, recicláveis e não tóxicos como, por exemplo, o bambu. A arquitetura sustentável é, sem dúvida, uma marca do estilo contemporâneo, onde o paisagismo ganha grande destaque, assim como os telhados verdes. Por isso, tem sido bastante comum os projetos com arquitetura rústica contemporânea. 3 - Tecnologia A tecnologia tem sido utilizada cada vez mais na indústria construtiva e também tem sido uma marca dos projetos com estilo contemporâneo. Entre os recursos tecnológicos utilizados para a aperfeiçoamento do design, promoção de análises energéticas e desempenho das edificações está a metodologia BIM, que serve tanto ao desenvolvimento de projetos de pequeno porte como de obras complexas e grandiosas. 4 - Minimalismo Na arquitetura contemporânea há uma predominância de elementos mais clean, iluminados, funcionais e básicos. Isso significa que é um estilo que (assim como o moderno) privilegia a ausência de excessos, porém, mais focados em praticidade, beleza e funcionalidade. No entanto, não significa que a sofisticação não esteja presente. Aliás, não há dúvida que a simplicidade pode ser bastante elegante. Estilo contemporâneo: arquitetura tecnológica Novas tecnologias têm sido ferramentas importantes para levar o design dos edifícios e seus desempenhos para uma próxima etapa, inclusive para o bom uso na arquitetura contemporânea. O Building Information Modeling tem sido uma grande revolução dentro do setor AECO porque oferece um vasto arsenal para facilitar o trabalho dos arquitetos. O BIM é uma metodologia com ambiente virtual colaborativo, com recursos de compartilhamento para integrar todas as disciplinas envolvidas em um projeto construtivo. Está fincada em um tripé: pessoas, processos e tecnologia. A metodologia baseia-se em um modelo único tridimensional, carregado de informações, com todos os elementos de uma obra. Pode ser utilizada desde a fase de projeto, durante o gerenciamento e construção, operações e até mesmo na ocasião da demolição de uma instalação residencial, comercial, industrial e nas obras de infraestrutura. Proporciona alta eficiência na indústria da construção porque permite menos erros, redução de custos, mais produtividade, processos que geram menos impacto ambiental, com menos desperdícios de materiais e insumos; análises energéticas e desempenho de materiais utilizados na edificação, etc. Para garantir esses benefícios, a tecnologia do BIM também permite uso de novas ferramentas para levar a indústria da construção a um outro patamar, como realidade aumentada, drones, inteligência artificial, Big Data, IoT (Internet das Coisas) e, evidentemente, o uso do modelo tridimensional inteligente. O BIM proporciona recursos para absorver todas as características da arquitetura contemporânea e dar um salto de qualidade nos projetos. Conclusão Entender o que é a arquitetura contemporânea e trabalhar com o estilo exige uma dose bastante generosa de criatividade, que pode ser amplamente favorecida com a adoção de novos softwares, como aqueles que dão suporte ao BIM (por exemplo, o Revit) e oferecem um design muito aprimorado devido aos recursos que trazem uma infinidade de opção de simulações. No entanto, trabalhar com essa tecnologia exige uma qualificação e mudança de mindset, que podem ser adquiridos com cursos ministrados por experts. No Grupo AJ, será possível adotar o estilo contemporâneo em seus projetos com total confiança a partir dos cursos oferecidos, como o Master em Revit e uma pós-graduação BIM. Os professores têm grande expertise e sempre oferecem conhecimento de alto nível a todos os seus alunos.
Fred and Ginger ou The Dancing House

Arquitetura contemporânea: características além da grandiosidade

A arquitetura contemporânea não está limitada a obras grandiosas e públicas. Em qualquer dimensão vão resultar em espaços que podem ser mais leves, muito criativos e confortáveis. Esse estilo pode ser característica de um prédio de apartamentos bem urbanos ou de uma casa de campo no meio da floresta, construídos a partir de métodos inovadores.

Veja as principais características:

1 – Design dinâmico, fluido e contrastante

No design contemporâneo, os formatos mais fragmentados e distorcidos  estão associados às linhas orgânicas que promovem uma fluidez muito maior na arquitetura de interiores ou de espaços exteriores. 

Em muitos projetos, há também uma visão um tanto futurista e muita criatividade no design. No entanto, pode sim haver uma fusão com as linhas retas, que foi o forte no estilo moderno. Essa é uma forte característica da arquitetura contemporânea: o contraste de estilos.

Assim como a arquitetura moderna, há uma valorização de espaços abertos e integrados, porém, no estilo contemporâneo essa característica estará muito a serviço da funcionalidade e conforto térmico. 

2 – Olhar sustentável

Os projetos de casas contemporâneas ou outros tipos de edificação valorizam imensamente a sustentabilidade, com uso de energias limpas e renováveis e também destaque para a luz natural, que vai proporcionar também mais economia de eletricidade.

Casas com arquitetura contemporânea também serão projetadas de modo a investir em materiais naturais, recicláveis e não tóxicos como, por exemplo, o bambu.

A arquitetura sustentável é, sem dúvida, uma marca do estilo contemporâneo, onde o paisagismo ganha grande destaque, assim como os telhados verdes.

Por isso, tem sido bastante comum  os projetos com arquitetura rústica contemporânea.

3 – Tecnologia

A tecnologia tem sido utilizada cada vez mais na indústria construtiva e também tem sido uma marca dos projetos com estilo contemporâneo.

Entre os recursos tecnológicos utilizados para a aperfeiçoamento do design, promoção de análises energéticas e desempenho das edificações está a metodologia BIM, que serve tanto ao desenvolvimento de projetos de pequeno porte como de obras complexas e grandiosas.

4 – Minimalismo

Na arquitetura contemporânea há uma predominância de elementos mais clean, iluminados, funcionais e básicos.

Isso significa que é um estilo que (assim como o moderno) privilegia a ausência de excessos, porém, mais focados em praticidade, beleza e funcionalidade. No entanto, não significa que a sofisticação não esteja presente. Aliás, não há dúvida que a simplicidade pode ser bastante elegante.

ebook oportunidades de negócio em bim

Estilo contemporâneo: arquitetura tecnológica

Novas tecnologias têm sido ferramentas importantes para levar o design dos edifícios e seus desempenhos para uma próxima etapa, inclusive para o bom uso na arquitetura contemporânea.

O Building Information Modeling tem sido uma grande revolução dentro do setor AECO porque oferece um vasto arsenal para facilitar o trabalho dos arquitetos.

O BIM é uma metodologia com ambiente virtual colaborativo, com recursos de compartilhamento para integrar  todas as disciplinas envolvidas em um projeto construtivo. Está fincada em um tripé: pessoas, processos e tecnologia.

A metodologia baseia-se em um modelo único tridimensional, carregado de informações, com todos os elementos de uma obra. 

Pode ser utilizada desde a fase de projeto, durante o gerenciamento e construção, operações e até mesmo na ocasião da demolição de uma instalação residencial, comercial, industrial e nas obras de infraestrutura.

Proporciona alta eficiência na indústria da construção porque permite menos erros, redução de custos, mais produtividade, processos que geram menos impacto ambiental, com menos desperdícios de materiais e insumos; análises energéticas e desempenho de materiais utilizados na edificação, etc.

Para garantir esses benefícios, a tecnologia do BIM também permite uso de novas ferramentas para levar a indústria da construção a um outro patamar, como realidade aumentada,  drones, inteligência artificial, Big Data, IoT (Internet das Coisas) e, evidentemente, o uso do modelo tridimensional inteligente.

O BIM proporciona recursos para absorver todas as características da arquitetura contemporânea e dar um salto de qualidade nos projetos.

Conclusão

Entender o que é a arquitetura contemporânea e trabalhar com o estilo exige uma dose bastante generosa de criatividade, que pode ser amplamente favorecida com a adoção de novos softwares, como aqueles que dão suporte ao BIM (por exemplo, o Revit) e oferecem um design muito aprimorado devido aos recursos que trazem uma infinidade de opção de simulações.

No entanto, trabalhar com essa tecnologia exige uma qualificação e mudança de mindset, que podem ser adquiridos com cursos ministrados por experts. 

No Grupo AJ, será possível adotar o estilo contemporâneo em seus projetos com total confiança a partir dos cursos oferecidos, como o Master em Revit e uma pós-graduação BIM. Os professores têm grande expertise e sempre oferecem conhecimento de alto nível a todos os seus alunos.

Área do Aluno

Selecione uma opção abaixo