Orçamento de Obras com BIM: conheça os benefícios

O Orçamento de obras com o BIM permite que os profissionais da indústria AECO melhorem suas estimativas de custos e análises de orçamento.

O Orçamento de obras com o BIM permite que os profissionais da indústria AECO melhorem suas estimativas de custos e análises de orçamento.

Por meio da digitalização, a metodologia torna a projeção de custos muito mais precisa e facilita as tomadas de decisão ao longo do ciclo de vida do projeto.

O que o orçamento de obras em BIM faz?

O que é BIM? Muitos profissionais ainda associam o Building Information Modeling apenas a um software, mas essa plataforma é muito mais do que apenas uma tecnologia, é uma metodologia, que une também os pilares pessoas e processos em todo o ciclo de vida de um projeto de construção.

O BIM opera com um fluxo de trabalho  inteligente, em etapas conhecidas como dimensões. Começa com a modelagem da informação em 3D, que possibilita a representação em geometria de um modelo único, carregado de um banco de dados que vai permitir colaboração e compartilhamento entre todos os envolvidos no setor AECO. Nesse estágio, a visualização do projeto atinge o mais próximo do que será o produto final.

O modelo único vai transmitir o escopo do projeto, com suas etapas e resultados. Essa modelagem é uma das principais vantagens para a análise de interferências, pois permite antecipar problemas e soluções físicas nas diversas disciplinas da obra, que vão envolver arquitetos, engenheiros, projetistas, construtores, etc.

Já a dimensão 4D vai incorporar o fator tempo, permitindo a análise da duração do projeto e um planejamento inteligente para o cronograma da execução da obra. É uma etapa anterior, mas também muito necessária para uma orçamentação adequada.

O planejamento, orçamentação e controle de projetos e obras são etapas que devem conversar entre si. O BIM permite que esse diálogo seja muito mais estreito.

Dimensão 5D

O orçamento de obras faz parte da dimensão 5D que incorpora a análise de custos. Neste estágio, são extraídas as informações do modelo 3D para as estimativas e elaboração de um plano de custos.

Essa etapa é crucial dentro do ciclo de vida de uma obra e já foi responsável por muitos desperdícios e atrasos na indústria da construção. 

Pelo método tradicional, realizado de forma manual, os dados podem  não ser suficientes para a realização de uma estimativa precisa. Esse fator induz a uma alta taxa de erro provocado por equívocos humanos.

Seja para uma planilha de orçamento de obra residencial, comercial ou de projeto de infraestrutura pelo método anterior ao BIM, a elaboração da estimativa é muito mais demorada, sem falar no despreparo profissional que pode ocorrer em pedidos de alteração.

Mas, com o BIM, todos os envolvidos conseguem entender, analisar e registrar o impacto das mudanças no custo dos projetos. Assim, é possível uma gestão financeira inteligente.

Benefícios do orçamento de obras com o BIM

Entenda quais são os benefícios de implementar a orçamentação em 5D com o BIM.

1 – Previsão de custos precisa

A  partir do modelo 3D, as quantidades de componentes da construção são totalmente identificadas e quantificadas de forma exata.

Essa exatidão vai colaborar para uma estimativa de custos bastante confiável desde os estágios iniciais, porque todo o processo também está ligado ao tempo e trabalho desenvolvido. 

2 – Tomadas de decisão mais rápidas

Com quantidades precisas, que levam a uma orçamentação confiável, é muito mais fácil o processo de tomada de decisão por todos os envolvidos, sejam os arquitetos, engenheiros, empreiteiros ou  proprietários dos empreendimentos. Além de mais rápidas, as decisões também são mais transparentes. 

3-  Mais colaboração e mudanças em tempo real

Qualquer mudança de design ou de componentes vai impactar a orçamentação do projeto. Com o BIM, essas alterações são comunicadas em tempo real, então, a orçamentação também será alterada permitindo uma consistência ao longo do ciclo de vida da obra.

Além disso, as alterações são realizadas em um único modelo, portanto, todos os envolvidos tomam conhecimento porque tudo é revisado e alterado em tempo real, o que permite uma colaboração muito maior de todos os envolvidos, desde o projeto arquitetônico à fase de elaboração dos projetos complementares BIM.

4 – Levantamento de quantitativos a cada etapa

Na construção civil, a cada etapa da obra, é preciso fazer um levantamento preciso de quantitativos para aquele estágio. Com o 5D, esse processo é automatizado e evita os típicos desperdícios (ou falta) de materiais por erros de cálculos. Além disso, também ganha-se grande agilidade na quantificação de recursos diversos, permitindo mais economia de tempo.

A cada estágio, essas quantificações e usos são totalmente atualizadas nos documentos associados.

5 – Agilidade na aquisição de materiais

O processo de aquisição de materiais também é mais rápido e ocorre na medida real da necessidade com a incorporação das informações de orçamento ao modelo. 

Assim, os empreiteiros podem acessar os levantamentos e listas de materiais e agilizar a aquisição do que for preciso em certo estágio.

Como fazer orçamento de obras?

A orçamentação deve incluir todos os custos identificáveis. Softwares integrados ao BIM vão permitir uma estruturação de planilha de orçamento de obra, onde é possível constar composições de materiais e serviços.

Além da extração de quantidades em si (portas, janelas, argamassa, estruturas metálicas, fios, acabamentos, materiais elétricos, hidráulicos, etc), também é necessário um levantamento para orçamento de mão de obra e insumos, como equipamentos que vão compor os custos do projeto. 

Veja um exemplo de como o banco de dados auxilia nas fases posteriores: conforme cada atualização ocorre na evolução do modelo, há uma nova contagem dos componentes, que permite uma economia significativa, tanto do tempo de trabalho, como de dinheiro, porque oferece quantitativos exatos.

Curso de orçamento de obras

Dominar a dimensão 5D e ensinar como fazer um orçamento de obra é o objetivo do curso de Orçamento de Obras com BIM do grupo AJ.

No curso Orçamento de Obras, o aluno vai aprender a elaborar orçamentos mais precisos e um cronograma físico-financeiro previsível e realista.

Além disso, o curso vai capacitar os profissionais a dominarem as ferramentas da metodologia para ficarem em concordância com as exigências do mercado, que cada vez mais solicita o BIM para os projetos.

É uma grande upgrade para quem busca mais qualificação para oferecer números precisos para uma gestão financeira eficiente da obra.

Área do Aluno

Selecione uma opção abaixo