Pós-graduação BIM: entenda por que é essencial para a sua carreira

Pos-graduacao BIM entenda por que e essencial para a sua carreira

A metodologia BIM/tecnologia BIM integra as áreas de arquitetura, engenharia e construção. É um conhecimento novo e revolucionário dentro da cadeia construtiva que vai exigir especialização de muitos profissionais, como uma pós-graduação BIM.

Entenda aqui por que será, praticamente, obrigatório que os profissionais da área tenham essa especialização.

Por que investir em uma pós-graduação BIM?

O BIM (Building Information Modeling, ou traduzindo para a língua portuguesa, Modelagem da Informação da Construção) é uma metodologia integrativa de trabalho, que proporciona uma análise muito mais precisa das pessoas, processos e tecnologia dentro da cadeia produtiva.

Direcionada à construção civil, essa metodologia é baseada em uma tecnologia de projetos em 3D, com uso de dados integrados entre todas as disciplinas de um projeto.

Envolvendo a área da arquitetura e da engenharia — não só a civil, mas também mantém interface com as áreas elétrica, hidrosanitária, ar-condicionado, instalações especiais e de infraestrutura–, permite obras mais rápidas, com custos reduzidos, simulações eficientes e mais qualidade técnica.

Essa plataforma integrativa de trabalho já vem sendo utilizada há anos por profissionais dessas áreas fora do Brasil, especialmente EUA, Reino Unido, Noruega, Alemanha e Singapura. Na América Latina, Chile e Porto Rico são referências.

No Brasil, os olhares do setor foram direcionados à metodologia BIM devido a publicações de decretos governamentais (federal, alguns estaduais e municipais), que vai exigir que as obras do setor público sejam, obrigatoriamente, realizadas com essa plataforma. 

O decreto 9.377, de 17 de maio de 2018, sofreu atualização em 2019, quando o Governo Federal determinou, por meio da Estratégia BIM BR, prazos para alguns projetos-pilotos. O primeiro prazo obrigando que os projetos arquitetônicos e de engenharia sejam realizados com BIM é 2021.

Enquanto, o segundo prazo já prevê a obrigatoriedade de compatibilização, planejamento e orçamento em BIM para 2024. Em 2028, o ciclo deverá estar completo com a área de manutenção e As-Built.

Em dia com a modernidade do setor

Embora a obrigatoriedade seja direcionada ao setor público, o setor privado deverá acompanhar, assim como ocorreu em outros países. Por isso, os profissionais que ainda não são especializados em BIM deverão investir nesse conhecimento para não ficarem obsoletos no mercado.

Tendo isso em vista, uma pós-graduação em BIM é mais do que necessária, tanto para jovens que já receberam esse conhecimento nas universidades, como para outros profissionais que ainda utilizam apenas ferramentas que se tornarão, inevitavelmente, ultrapassadas quando o BIM assumir o seu papel de vez no setor construtivo do país.

A principal certeza é que a metodologia vai trazer uma grande modernização ao setor no Brasil, gerando ganhos nunca antes proporcionados ao país. Essas grandes perspectivas já são apontadas em um fórum criado em 2018, incluindo países da América Latina, como o próprio Brasil, Argentina e Uruguai.

BIM: pós-graduação garante destaque no mercado

Muitos sabem que uma obra envolve uma quantidade imensa de informações, que são geradas pelas diversas disciplinas envolvidas na entrega de uma obra.

O BIM tem funcionalidades que vão atender a todas as exigências do ciclo de vida de um projeto, envolvendo todas as áreas. 

Pela plataforma é possível elaborar representações digitais inteligentes (desde os projetos arquitetônicos e estruturais), obter dados coordenados de todas as áreas envolvidas, levantamento de insumos e produzir simulações tridimensionais da obra em todas as suas  etapas.

Mas conhecer o BIM é muito mais que saber lidar com um software. Por sinal, a metodologia está atrelada a muitos softwares ligados ao setor, como o Revit, o ArchiCAD, o TQS, o QiBUilder, etc.

Pos-graduacao BIM entenda por que e essencial para a sua carreira

Para “operar” o BIM é preciso, realmente, promover uma mudança de mindset que envolve trabalhar com os processos colaborativos, porque traz um novo jeito de fazer uma obra para arquitetos, engenheiros e outros profissionais da cadeia.

Cada profissional vai continuar tendo a sua forma de enxergar um projeto, porém, com o BIM essas visões estarão interligadas, o que vai evitar muitos erros comuns em obras, como revisões de plantas, readequações de instalações por falta de diálogo entre as áreas, retrabalho por falta de compatibilização e reparos em obras concluídas.

Por isso, uma pós-graduação em plataforma BIM vai qualificar o profissional para ser o responsável, implementar e gerir essa mudança de mentalidade na empresa onde atua.

Entre as qualificações de quem faz pós-graduação Master BIM, está prevista uma transformação na forma de comunicação do trabalho e interoperabilidade de informação entre os subsetores, que vão gerar muitos benefícios em um projeto, como:

  • Apresentação de modelos virtuais precisos, com geometria e dados informacionais para apoiar a construção, fabricação e atividades como compras;
  • Menos desperdícios porque o BIM promove cálculos exatos de insumos e tempo de trabalho;
  • Cronogramas atendidos;
  • Mais segurança nos bons resultados;
  • Sustentabilidade.

Sendo especialista, o profissional vai assegurar que custos, processos, cronograma e gestão estão sendo realizadas com base nas melhores práticas da metodologia, além de ganhar desenvoltura na ferramenta digital.

Pós-graduação Master BIM Authority

A pós-graduação em BIM mais completa vai trazer 1.072 horas de curso, distribuídas em 2 anos de curso (para a primeira titulação) e 8 titulações opcionais reconhecidas pelo MEC.

A primeira titulação, que terá uma carga horária de 688 horas, vai qualificar o profissional com competências de Implantação e Gerenciamento em BIM e Gerenciamento de Projetos em Tecnologia BIM.

As demais competências específicas são  Sustentabilidade, Infraestrutura, Programação, Pedagogia, Serviços Digitais e Gestão de Edificação.

No conteúdo da pós, os profissionais vão ser introduzidos nos conceitos do BIM, as metodologias de implantação e o comportamento organizacional, bem como a cultura colaborativa.

Além disso, também vai aprender a analisar dos modelos de BIM, gerenciamento de projetos, a fazer orçamentos e controle de custos utilizando o BIM, noções de gerenciamento de obras em 3D, 4D, 5D, 6D e 7D, entre outros temas.

Em breve,  será lançada a pós-graduação Master BIM Modeler presencial em Brasília (DF) e será mais um módulo dentro da titulação Master BIM Authority , antes da Specialist.

Diferencial na carreira: saia na frente

Cada vez mais, o mercado exige especializações dos profissionais, mas no caso da área construtiva, com esses prazos apresentados pelo Governo Federal, se qualificar será mais importante do que nunca.

Ter uma pós-graduação BIM vai proporcionar, sem sombra de dúvida, um diferencial no mercado, porque é certo que muitos profissionais ainda estarão apegados a velhos métodos e poderão não enxergar o bonde passar. Então, quem tiver visão vai saber abraçar essa oportunidade e rentabilizar seus resultados. 

Com a pós-graduação do Grupo AJ, os alunos terão 160 horas de carga horária no módulo sobre o curso de Revit, enquanto os concorrentes oferecem apenas 20 horas. Isso permite que a parte prática relacionada aos softwares seja amplamente diferenciada de qualquer outro curso.

 É possível dizer que o aluno terá um conhecimento muito mais completo e será, de fato, um especialista em Revit.

Área do Aluno

Selecione uma opção abaixo