Arquitetura de interiores e Revit: por que investir?

A arquitetura de interiores traz grandes desafios  aos arquitetos,  que podem  ser amplamente minimizados com o Revit. Entenda mais.

A arquitetura de interiores traz grandes desafios  aos arquitetos,  que podem  ser amplamente minimizados com o Revit, que demonstra grandes benefícios frente aos seus concorrentes Sketchup e AutoCAD.

Conheça aqui, como um projeto de arquitetura de interiores  pode ganhar muitos benefícios quando se adota o Revit como ferramenta.

O que é arquitetura de interiores?

A arquitetura de interiores está relacionada com tudo que tem a ver com a edificação em seu espaço interno, levando em consideração todos os elementos da construção e o uso inteligente do espaço, como:

  • Modelagem de paredes;
  • Inserção de portas e janelas;
  • Acabamentos;
  • Materiais;
  • Criação de pisos;
  • Iluminação;
  • Ventilação.

Além disso, a arquitetura também é responsável pela segurança e funcionalidade da edificação.

Seja para a arquitetura de interiores de lojas, de residências ou de um projeto de prédio novo ou até mesmo em uma reforma, o profissional precisa conhecer os aspectos estruturais do terreno e da própria edificação, para gerar melhor desempenho, ou seja, para trabalhar na arquitetura de interiores é preciso qualificações técnicas importantes.

Fatores de  sustentabilidade na arquitetura de interiores também estão presentes,   como projetar um  melhor aproveitamento da luz natural da edificação para gerar economia de energia.

Outro aspecto próprio da arquitetura de interiores é levar em consideração a aparência do espaço, por isso, muitas vezes confundem arquitetura e design de interiores. Muitas vezes, confundem também arquitetura de interiores e decoração de interiores, que tem a ver apenas com as questões estéticas do espaço interno.

A diferença entre arquitetura e design de interiores é que a primeira é realizada por profissionais formados em arquitetura. Já no design de interiores, os profissionais podem ter outras formações e nessa função leva-se em conta aspectos de planejamento e design em um ambiente construído.

Mas por que trabalhar com o Revit?

O Autodesk Revit é um software baseado em BIM (Modelagem de Informações da Construção, ou no inglês, Building Information Modeling) e suas ferramentas foram criadas para dar suporte ao BIM, que é uma metodologia colaborativa de trabalho, com  processos integrados em toda a cadeia, permitindo a criação de um modelo inteligente 3D a partir de todos os dados armazenados.

Altamente utilizado por arquitetos e engenheiros estruturais, mecânicos, elétricos e hidráulicos, dentro dos vários segmentos da construção civil, o Revit vai funcionar como um banco de dados único que pode ser compartilhado entre os vários usuários de uma cadeia construtiva, inclusive para projetos de arquitetura de interiores.

Com o software, toda uma edificação é desenhada usando objetos em geometria, de forma a produzir digitalmente a construção antes de construí-la na forma física. 

Com essa metodologia BIM, o Revit também proporciona um ganho de produtividade  frente ao AutoCAD porque como gera um modelo único não há necessidade de compatibilização com cada planta. No CAD, cada desenho é feito separadamente, sem que estejam integradas as correções.

No Revit, o modelo é único e todas as alterações são realizadas automaticamente e estão disponíveis para todos os os envolvidos.

No Sketchup, apesar da velocidade maior para o desenvolvimento de um estudo preliminar em 3D e da geração de maquete eletrônica renderizada, ainda será menos vantajoso que no Revit, porque apesar de ser mais demorado, renderá muito mais resultados por já entregar desenhos técnicos, detalhamento, quantitativos, imagens 3D, etc.

O que o Revit faz para a arquitetura de interiores?

Na arquitetura de interiores, o Revit permite criar estrutura, garantir o melhor acabamento, criar novos materiais e paredes personalizadas, pisos,  telhados, janelas, portas e outros objetos, conforme necessário em cada projeto.

Além de permitir a colocação de móveis,  armários, bancadas e pias no projeto arquitetônico.

Sempre que um profissional faz uma alteração no projeto, a mudança é registrada instantaneamente e compartilhada com todos os envolvidos. É assim que muitos erros tão comuns e conflitos em interpretações do projeto, que aconteciam em metodologias mais tradicionais antes do BIM, como o AutoCAD, podem ser facilmente eliminados.

Essa é outra outra vantagem do Revit frente ao Sketchup, que apesar de bastante intuitivo, é pouco direcionado para a produtividade e um trabalho em equipe, além de não ter tanta profundidade e recursos necessários para um projeto maior e mais complexo.

Já no Revit, a relação entre os desenhos 2D e 3D também é um elemento-chave. Por exemplo, se você fizer uma alteração no modelo 3D, os desenhos 2D extraídos no software vão refletir essa mudança. Nos elementos formados por linhas do Auto CAD, os problemas de compatibilização e as-built sempre são muito maiores que no Revit porque geram muitas divergências de entendimento.  

O Revit frente aos seus concorrentes vai abranger diversos aspectos do ciclo de vida do projeto, proporcionando uma gestão melhor das informações do projeto e permitindo uma colaboração muito superior.

Fica fácil entender porque é muito melhor um escritório de arquitetura de interiores ou profissional liberal trabalhar com o Revit, que vai permitir vantagens como:

  • Possibilidade de estudos preliminares;
  • Desenvolvimento mais rápido de projetos;
  • Enorme biblioteca para criação de designs;
  • Criação de projetos executivos de melhor qualidade;
  • Fluxo de trabalho organizado e mais inteligente;
  • Reduz a necessidade de repetição de desenhos;
  • Alto foco de sustentabilidade, com ferramentas analíticas que avaliam danos ambientais;
  • Menores taxas de erros em projetos;
  • Cria visualizações realistas;
  • Imagens renderizadas que vão ser extremamente apreciadas por clientes;
  • Gera mais rentabilidade.

Como trabalhar a arquitetura de interiores com o Revit?

O Revit vai garantir um fluxo de trabalho muito mais inteligente nas várias etapas de um projeto de arquitetura de interiores.

Com o software é possível projetar  todo o processo necessário relacionado com a construção de anteriores,  como a modelagem de paredes, criação de pisos e  colocação das portas e janelas.

Mas não só, com o Revit também é possível fazer a modelagem de detalhes de acabamentos, como sancas, forros, rodapés e até o desenvolvimento de uma marcenaria personalizada para cada ambiente.

Também é  possível documentar a  criação de materiais, desses acabamentos e famílias do Revit, que são um grupo de elementos com um conjunto comum de propriedades de parâmetros e uma representação gráfica relacionada.

Além disso, o Revit também permite criação de blocos e tags de anotações, agendas chave, planos de área e técnicas para gerar gráficos de forma fácil para apresentações.

Curso de Revit é essencial

Com as exigências governamentais que apontam a necessidade do uso do BIM no setor público a partir de 2021, é importante que os profissionais do setor obtenham qualificação também no Revit para ganhar uma melhor projeção no mercado.

No Grupo AJ, com o curso Master em Revit,  o aluno vai garantir condições para fazer as provas de certificação oficial da Autodesk e aprender desde os processos básicos aos níveis avançados de modelagem de arquitetura, modelagem e parametrização de famílias, modelagens orgânicas, e modelagens de sistemas estruturais, hidrossanitários, de ar condicionado e elétricos.

O curso traz  a carga horária mais completa do país, com os melhores professores, para garantir total entendimento dessa ferramenta imprescindível no setor construtivo da atualidade.

Área do Aluno

Selecione uma opção abaixo